Regulamento ABVMS

Atualizado em 29 de maio de 2016
Este documento tem como objetivo descrever todas as normas definidas pela ABV­MS e que estarão em vigor a partir do mês de Junho de 2016.

Todos sabemos que quando reunimos um grupo de pessoas, com qualquer finalidade, algumas regras de convívio devem ser padronizadas. Estão descritas também todas as normas que devem ser seguidas como forma de organizar nossos encontros.

O documento está dividido em itens específicos, conforme abaixo:

1) ADESÃO/ASSOCIAÇÃO:

1.1 ­ Quem pode?

O cidadão brasileiro, maior de 30 anos de idade, que já praticou ou ainda pratica basquetebol e que tenha sido convidado por associado da ABV­MS e não tenha recebido ressalvas quanto à sua associação ABV­MS.

Estrangeiros também podem participar desde que comprovem residência no Brasil por mais de 6 meses (conforme definição da FBBM).
Os nomes dos convidados deverão ser previamente levados à Diretoria da ABV­MS e preferencialmente submetidos aos demais associados para fins de consulta sobre seu histórico junto à prática da modalidade basquetebol.

O convidado à associação/filiação participará de dois bate­bola, para fins de avaliação técnica e integração à ABV­MS; Uma vez aprovada a participação nos quadros da ABV­MS, o novo associado permanecerá por um ano em estágio probatório, para fins de avaliação quanto à sua integração e conduta junto à ABV­MS.

1.2 ­ Objetivo

Nosso objetivo é reunir pessoas interessadas na prática do basquetebol, para desfrutarmos de um horário de lazer e atividade física saudável. Colocamos que não é função da associação ensinar nenhuma pessoa a conhecer as regras para a prática do basquetebol.

Somos filiados a FBBM (Federação Brasileira de Basquetebol Master) e seguimos as regras da FIBA quanto à disputa de partidas em campeonatos oficiais, com algumas poucas ressalvas, nos quesitos faixa etária e rodízio de atletas durante a partida.

Também não é responsabilidade da associação o estado de saúde de qualquer indivíduo, devendo a cada indivíduo verificar periodicamente sua aptidão física e de saúde para poder praticar com segurança o esporte do nosso coração.

2) ANUIDADE E CUSTEIO

2.1 ­ Objetivo

Nossa associação está inscrita juridicamente, tendo obrigações de natureza tributária para se manter oficial. Também temos despesas com a locação da quadra e arbitragem para a nossa prática desportiva. Além das despesas citadas, quando sediamos uma competição oficial, temos todo o ônus da organização.

Ficou estabelecido que a anuidade será de 01 (um) salário ­mínimo (vigente) para os associados. Esta anuidade poderá ser quitada à vista com cheque pré­datado para o mês de março.

2.2 ­ Parcelamento

A anuidade poderá ser parcelada em até 4 vezes, mediante emissão de cheques na modalidade pré­datados, devendo a primeira parcela ser quitada até o mês de janeiro, a segunda parcela até o mês de fevereiro, terceira até o mês de março e a última parcela até o mês de abril de cada ano.

Novas afiliações à associação durante o decorrer do ano, independente do período, a princípio arcarão com o valor integral da anuidade (salvo exceções submetidas e analisadas pela diretoria). O associado que não estiver em dia com a anuidade não poderá participar das atividades da ABV­MS.

2.2.1 ­ Regra para NOVOS associados

  • Novos associados pagam 70%​do salário mínimo no primeiro ano.
  • Novo associado é aquele que está entrando pela primeira vez na ABV­MS, nunca participou ou foi associado antes.
  • Esse valor será válido somente para o primeiro ano​de associação, depois o associado passa a pagar o valor de 1 (um) salário mínimo anual.

2.2.2 ­ Permitido o pagamento proporcional

Quem entrar até o mês de junho pagará o valor integral (1 salario mínimo, ou 70% caso primeira vez). Se a associação for feita a partir da metade do ano (julho) o associado pagará 60% do valor do salário mínimo. A partir de Outubro o novo associado pagará 35% do valor do salário mínimo.

2.3 Colaboradores do Interior ou de Outros Estados

Refere­-se a jogadores veteranos não associados que residem fora de nossa cidade sede, Campo Grande/MS, ou de outro Estado, que tenham interesse em participar esporadicamente das atividades da ABV­MS quando aqui estiverem.

2.3.1 Cobrança por participação esporádica em Bate-­bola

Os colaboradores do interior ou de outros estados devem efetuar o pagamento de uma taxa para validar sua participação no bate­-bola. A taxa será recolhida no momento da atividade, não podendo ser adiada para após a participação. O valor será estipulado anualmente pela diretoria. O valor será cobrado em cada participação, ou seja, a taxa deve ser recolhida em todas as participações do colaborador no bate­-bola.

3) CONVIDADOS

3.1 ­ Idade mínima, número de vezes, exceções

O associado poderá trazer um participante convidado, com a finalidade de mostrar como funciona a nossa associação e tentar incentivá-­lo a ser um novo associado, devendo explicar detalhadamente as regras do bate-­bola e as condições para associação; Este convidado está sob responsabilidade do associado que o trouxe, recaindo sobre o mesmo quaisquer consequências pelos atos praticados pelo convidado.

A idade mínima exigida é a mesma para ser associado, ou seja, 30 anos. O convidado poderá participar de até 2 (dois) bate-­bola, devendo na sequência definir sua adesão a ABVMS.

3.1.1 ­ Cobrança por participação de convidado

Os convidados deverão efetuar o pagamento da mesma taxa descrita para os colaboradores do interior ou de outros estados.

3.2 Filhos dos Associados

Será aberta a possibilidade de que os filhos dos associados possam jogar às quarta-­feiras, atendidos os requisitos de ser maior de 16 anos, atue em ações em prol da ABV­MS, praticar a modalidade basquetebol e observar as regras aplicáveis a todos associados. Será dada preferencia aos associados quanto a ordem para jogar.

4 ­ BATE­BOLA REGRAS GERAIS

4.1 Dias e Horários

Os bate-­bola (partidas) serão realizados nas segundas-­feiras, quartas-­feiras e sábados nos locais previamente estabelecidos e conforme disponibilidade de quadras:

  • Segundas-­feira: das 20:00 às 22:00h;
  • Quartas-­feira: das 19:30 às 21:30h;
  • Sábado: das 16:00 às 18:00h.

Quando do recebimento de equipes visitantes para amistosos ou mesmo torneios será dado prioridade à locação de quadra de modo a não prejudicar os dias e horários do bate­-bola.

4.2 Chegada e formação das equipes:

  • A ordem para formação das equipes será pela chegada dos jogadores no local do bate-­bola;
  • Os 10 primeiros associados que chegarem formarão as duas primeiras equipes, sendo que poderá ser feito um equilíbrio entre as mesmas, se assim for de comum acordo entre os associados. Formadas as duas equipes inicia-­se o bate-­bola;
  • Os jogadores que chegarem em seguida formarão a(s) próxima(s) equipe(s) sequencialmente (lista).
  • Após iniciado o bate-­bola, o associado que chegar atrasado entrará no final da lista;
  • Se algum associado for embora ou peça para tirar seu nome da lista, prevalecerá a listagem sequencial em execução;
  • Os convidados deverão ser apresentados ao grupo e entrarão na lista conforme sua chegada.

4.3 Partidas e duração:

As equipes disputarão as partidas seguindo as regras da Confederação Brasileira de Basquetebol e os princípios do Basquete Veterano, evitando jogadas desleais e sempre priorizando a integridade física de todos os jogadores;

4.3.1. Quantidade de partidas

  • Cada equipe jogará no máximo duas partidas consecutivas;
    Na primeira partida, o vencedor permanece em quadra e jogará a próxima, sendo que o perdedor sairá;
  • Na próxima partida, a equipe que estiver em sua segunda participação deverá sair, independentemente de vitória ou derrota, permanecendo a equipe que entrou por último.
  • Quando existir 17 ou mais associados/convidados, se a equipe vencedora da primeira partida não for derrotada na segunda partida, deverão sair as duas equipes, sendo que e as equipes entrarão na lista na sequencia: primeiro a equipe que jogou duas partidas e depois a equipe que jogou apenas uma.

4.3.2. Duração e cronometragem do tempo

  • As partidas do bate-­bola serão de 10 minutos.
  • A marcação dos tempos da partida será feito em tempo corrido.
  • Como na primeira partida temos que ter um vencedor para sabermos qual equipe ficará para a segunda partida, se ao fim dos 10 minutos a partida estiver empatada, serão acrescidos 2 minutos para que se defina uma equipe vencedora. Permanecendo empate, será feito sorteio para definir a equipe que ficará para a segunda partida.
  • No caso de 17 ou mais associados/convidados, se a equipe que venceu a primeira partida e na segunda houver empate, saem as duas equipes ao fim dos 10 minutos.

4.4. Arbitragem

4.4.1 Com Árbitro

No bate-­bola, a ABV­MS poderá manterá um árbitro que deve ser respeitado por todos. Seu comando quanto às regras, penalidades de quadra e posse de bola serão acatados por todos e não questionado no momento da disputa. A colaboração de todos no cumprimento das regras do jogo, inclusive apontando as próprias penalidades, dará andamento normal ao bate-­bola. Discussões deverão ser evitadas.

4.4.2.Sem Árbitro

Faltas

  • Não há discussão sobre a existência ou não de falta, se o jogador solicitar falta será considerado falta.
  • As faltas deverão ser pedidas exclusivamente por quem sofreu a falta, para que quem faça a falta não tenha a vantagem de parar o jogo.
  • O jogador que sofrer a falta deverá pronunciar “FALTA” em voz alta, para que todos possam ouvir. Deve também parar o lance no mesmo momento do pedido de falta, não continuando a jogada. Não poderá solicitar a falta após a jogada ter continuado, quando se caracteriza vantagem.

Outras irregularidades

  • Apenas poderão pedir alguma irregularidade os jogadores que estiverem participando da jogada.
  • Bolas duvidosas serão consideradas sempre do ataque.

5) EVENTOS

5.1 ­ Organizados pela ABV­MS

Os eventos organizados pela ABV­MS são abertos a todos os associados em dia com a associação. Caso seja necessário, será estipulado um valor a ser rateado entre todos os participantes para custear o evento.

Em disputas oficiais, ligadas a FBBM, serão obedecidas as regras da mesma, sendo que poderemos ter a presença de uma seleção da ABV­MS com atletas de outras associações ligadas à FBBM, caso não haja o número suficiente de associados para montar uma equipe da ABV­MS.

5.2 ­ Externos

Os eventos externos (como o campeonato Brasileiro, Torneio Centro Oeste e amistosos) são abertos a todos os associados, porém devem ser respeitados alguns aspectos importantes que qualificam a participação, como:

  • Estar em dia com a anuidade
  • Atentar para as divisões de faixa etária (conforme normas da F.B.B.M.)
  • Estar ciente que todas as despesas serão custeadas pelo participante
  • Ter ciência de que é necessário dedicar tempo para viagens e treinamentos.
  • Os membros da ABV­MS estão liberados para participar de competições externas, porém devem sempre observar a assiduidade nos encontros da associação (bate-­bola) procurando, sempre que possível, manter o quórum.

6) REGIME DISCIPLINAR

Fica criada a Junta Disciplinar Desportiva da ABV­MS, colegiado vinculado à Diretoria da ABV­MS que julgará atitudes indevidas praticadas por associados ou convidados que atentem contra a integridade física dos associados e às regras da ABV­MS; É dever de todo associado conhecer e respeitar o código disciplinar da ABVMS

7) PARCERIAS/CONVÊNIOS

7.1 – Apoio à Iniciação Esportiva

A ABV­MS poderá mediante aprovação da maioria dos seus associados e disponibilidade financeira, ajudar com material esportivo projetos na modalidade basquetebol que sejam de relevante interesse público;

7.2 – Apoio à Categoria Pré­-Master e Master Feminino

A ABV­MS poderá a título de incentivo esportivo à modalidade, estabelecer contato e parcerias com grupo de atletas para conhecerem as regras do Basquete Veterano, incentivando­-os a terem um dia da semana para a prática do basquete, na categoria Pré-­Master e ou Master Feminino; O custo da manutenção/contratação da quadra para fins de atendimento da Categoria Pré­-Master ou Master Feminino deverá ser custeado exclusivamente por arrecadação própria desses participantes, não cabendo à ABV­MS qualquer obrigação de custeio.

7.3 – Utilização do nome da ABV­MS em eventos esportivos

A ABV­MS poderá firmar parcerias com outras entidades esportivas, a título de incentivo à prática da modalidade basquete veterano e representação no Estado, para participação em competições nacionais ou regionais. A entidade parceria deverá arcar com os custos da participação no evento.

A entidade esportiva ou mesmo atleta investido nessa modalidade de parceria que pratique ações ilícitas, atentatória à boa prática esportiva ou que denigre o nome da ABV­MS estará impedido em definitivo de utilizar ou participar de eventos da ABV­MS ou em seu nome.